Criminal

19/11/2020

Em Paranaguá, MPPR oferece denúncia por tentativa de feminicídio contra homem que tentou atropelar a ex-namorada depois de sequestrá-la

Em Paranaguá, no Litoral de estado, o Ministério Público do Paraná, por meio da 6ª Promotoria de Justiça, ofereceu denúncia criminal contra um homem que ameaçou e tentou matar a ex-namorada. Além disso, o denunciado entrou em luta corporal com o pai dela, que interveio para salvar a filha, e ameaçou matá-lo. O MPPR elenca os crimes de sequestro, lesão corporal em contexto de violência doméstica, ameaça e feminicídio tentado.

O crime ocorreu em 13 de novembro, quando o homem forçou a mulher a entrar em seu carro, passando a agredi-la com socos e a ameaçá-la de morte. A vítima conseguiu sair do veículo em movimento, caindo na pista de rolamento, e o homem deu marcha à ré para atropelá-la, sem sucesso, porque ela, mesmo caída, rolou em direção ao canteiro da via. Além disso, agrediu e ameaçou de morte o pai da moça, que buscou defendê-la.

Na ocasião, ele foi preso em flagrante. A prisão preventiva (por tempo indeterminado) foi decretada, e o homem segue preso.

A pena pode chegar a 30 anos de prisão. O feminicídio é considerado crime hediondo, que, a partir da entrada em vigor do Pacote Anticrime, só pode ter progressão de regime após o cumprimento de pelo menos 40% da pena.

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
comunicacao@mppr.mp.br
(41) 3250-4264

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem