Criminal

03/04/2018

MPPR deflagra Operação Usurpador para investigar desvios de safras do Colégio Agrícola de Arapoti

A Promotoria de Justiça de Arapoti, no Centro Oriental paranaense, deflagrou nesta terça-feira, 3 de abril, a Operação Usurpador, que investiga supostos desvios de safras de milho, soja e eucalipto plantadas no Colégio Agrícola do município. Durante todo o dia, mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça foram cumpridos pela Polícia Militar no Colégio Agrícola de Arapoti, em uma empresa do ramo de comercialização de grãos, em um posto de combustíveis da cidade e nas casas do diretor-geral do Colégio e de um técnico agrícola da instituição.

Está sendo investigada pela Promotoria de Justiça a existência de uma organização criminosa constituída por servidores do Colégio Agrícola, seus familiares e empresários da cidade. Entre os possíveis crimes que estão sendo investigados estão: falsidade ideológica, fraude à licitação e peculato (subtração ou desvio, por abuso de confiança, de dinheiro público para proveito próprio ou alheio, por funcionário público que os administra ou guarda). O valor dos desvios apurado até o momento, que estariam ocorrendo desde 2015, chega a R$ 306.872,00.

Além da PM, a Promotoria de Justiça está recebendo apoio de uma equipe de informática do Centro de Apoio Técnico à Execução do MPPR. Os técnicos auxiliam a Promotoria na análise de computadores.

Informações para a imprensa com:
Assessoria de Comunicação
Ministério Público do Paraná
(41) 3250-4264

 

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem