Criminal

21/06/2022

Justiça condena réus denunciados pelo MPPR a partir da Operação Rio

Expresso MP

     

     

A partir de denúncia oferecida no âmbito da Operação Rio pelo Ministério Público do Paraná, por meio do núcleo de Curitiba do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o Juízo da 2ª Vara Criminal de Paranaguá condenou dois líderes de uma organização criminosa que atuava no Litoral do estado.

Os réus – um casal que, conforme apurado, era líder do grupo criminoso – receberam a mesma pena, de 23 anos, 11 meses e 13 dias de reclusão em regime fechado, além de 1.413 dias-multa, pelos delitos de organização criminosa, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro. Outros dez integrantes do grupo foram condenados a penas que variam de seis a dez anos de reclusão em regime fechado.

Operação – Deflagrada em abril de 2021, a Operação Rio, realizada em conjunto com a Polícia Militar e a 3ª Promotoria de Justiça de Paranaguá, apurou delitos de organização criminosa, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro na região litorânea do Paraná, durante uma disputa entre grupos criminosos rivais que gerou um aumento significativo dos homicídios na região. De acordo com as investigações, os dois réus – agora condenados – lideravam um grupo que disputava o controle das atividades criminosas no Litoral, em oposição a uma facção que atua a partir de presídios em todo o estado.

A sentença judicial determinou também o perdimento de dois veículos usados pelo grupo. Cabe recurso da decisão.

Processo número 0003612-91.2021.8.16.0129.

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
comunicacao@mppr.mp.br
(41) 3250-4249

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem