Criminal

24/11/2022

Em Imbituva, Tribunal do Júri condena a 29 anos e 4 meses de prisão por homicídio qualificado homem que matou mulher a mando do marido da vítima

Expresso MP

     

     

Em Imbituva, no Sudeste do estado, o Tribunal do Júri condenou a 29 anos e 4 meses de prisão um homem que matou uma mulher a facadas em 2019. O crime ocorreu em Ivaí e, conforme a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Paraná por meio da Promotoria de Justiça da comarca, foi cometido a mando do marido da vítima, que também participou da execução e suicidou-se no mesmo dia. Ele teria prometido pagar R$ 1,5 mil ao réu, agora condenado.

Acolhendo as teses apresentadas pelo MPPR na sessão de julgamento, o Conselho de Sentença considerou as qualificadoras de feminicídio, uso de recurso que impediu a defesa da vítima, emprego de meio cruel e crime cometido mediante promessa de recompensa. Além disso, a pena foi aumentada pelo fato de o homicídio ter sido cometido na presença da filha do casal, então com três anos – a mulher foi morta na própria casa.

O réu estava preso preventivamente e teve a prisão mantida, de modo que não poderá recorrer da sentença em liberdade.

Processo número 0003252-44.2019.8.16.0092.

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
comunicacao@mppr.mp.br
(41) 3250-4249

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem