Gaeco e Corregedoria do TJPR cumprem ordens de busca e apreensão contra pai e filha que seriam responsáveis por cartório clandestino 02/12/2022 - 10:50

 

Expresso MP

     

     

O Ministério Público do Paraná, por meio do Núcleo de Curitiba do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), cumpriu nesta sexta-feira, 2 de dezembro, dois mandados de busca e apreensão em desfavor de uma escrevente lotada no Serviço Distrital de Lagoa Verde, na comarca de Rio Negro, e de um ex-escrevente do mesmo cartório – pai e filha. A ação foi realizada com a Corregedoria da Justiça do Tribunal de Justiça do Paraná.

Conforme as investigações, os dois seriam responsáveis por um cartório clandestino mantido no Centro de Curitiba, onde lavravam escrituras e procurações em desacordo com as normas que regem o serviço extrajudicial. Os mandados foram expedidos pelo Juízo da 7ª Vara Criminal de Curitiba e cumpridos em uma sala comercial na capital e em uma residência em Mandirituba, Região Metropolitana de Curitiba.

 

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
comunicacao@mppr.mp.br
(41) 3250-4469